Mantenha o mesmo quarto em que o seu familiar está acostumado a dormir.
Se a cama é compartilhada com o cônjuge e isso provocar dificuldades no descanso, analise a possibilidade de manter o mesmo quarto mas com camas separadas.
Mantenha os mesmos móveis e objectos no quarto.
Certifique-se de que a roupa de cama está, sem rugas, com o travesseiro com a altura adequada, etc
Verifique que o seu familiar consegue acender a luz sem ter que se levantar no escuro.
Coloque os chinelos perto da cama.
Mantenha a rotina no horário para adormecer e acordar para facilitar as horas de sono e estimular a orientação temporal-espacial.
Estimule sempre a autonomia. Se o seu familiar conseguir por exemplo vestir o pijama sem ajuda limite-se – caso seja necessário – a afavelmente dar indicações nesse sentido.
Verifique se a cama tem uma altura que permita o seu familiar colocar os dois pés no chão ao sair da cama.
A hidratação ao longo do dia deve ir diminuindo para diminuir a necessidade de ir à casa de banho durante a noite.
Verifique se o seu familiar tem uma postura saudável na cama.
Coloque um ponto de luz “quente” (para não interferir com a produção da melatonina) no quarto, corredor ou casa de banho para evitar quedas e desorientação. A hormona do sono melatonina é produzida na escuridão e a luz branca é estimulante e interfere com a sua produção.
Mantenha uma temperatura adequada no quarto.
Não tenha a televisão no quarto de dormir.
Não dê refeições energéticas ou de difícil digestão à noite.

By Fernando Delfim Braga e Couto de Azevedo, Fonte: Clique aqui.

Open chat
1
Olá,
como o podemos ajudar?
Powered by